Blog Automobilismo em Debate


Por: THIAGO RAPOSO (Blog Café com F1)

Foto: Grande Prêmio

CAMPINAS - A Fórmula 1, como todas as categorias, é marcada pelo grupo que: disputa vitórias, briga pelo campeonato e pelas primeiras colocação no grid. Poucas vezes um piloto que não se encontra num destes grupos será notado pelo público.

No campeonato deste ano, um piloto vem me chamando muita atenção, mas não vejo a "grande" mídia falando muito nele. Talvez porque não seja um cara muito gentil e carismático. É o australiano Mark Webber.

Em comparação com David Coulthard, seu companheiro, ele está dando um banho! 5 x 1 em posições de largada, 5 x 1 em posições de chegada. Destas cinco vezes que ele esteve na frente, ele marcou pontos em todas.

Tirando os pilotos da Ferrari, BMW e Mclaren (ele está empatado com Kovalainen), nenhum outro está na frente dele na classificação geral.

Proponho a todos a começarem a prestar um pouco mais de atenção no belo trabalho que ele vem fazendo a bordo de seu Red Bull. Ele está literalmente aposentando o velho David e provavelmente vai travar um belo duelo ao lado de Vettel, ano que vem na Red Bull.

http://cafecomf1.blig.ig.com.br



Escrito por Góis às 08:05
[   ] [ ]




Por: BÁRBARA FRANZIN (Blog Velocidade.org)

Foto: Quatrorodas

SÃO PAULO - Na semana passada tive a oportunidade de visitar o autódromo de Interlagos e toda a estrutura do Quatro Rodas Experience antes da sua abertura para o público. O que vi por lá realmente fez meus olhos saltarem.

Testes drives à vontade, simuladores, muitos carros bonitos – e para os garotos ainda têm as meninas dos estandes – e espaços diferenciados, como os da Panasonic. Eventos como esse são muito interessantes, pois nos dão a oportunidade de sentir como é a pressão de um piloto dentro da pista. Apesar de não ter dirigido, posso dizer que não é nada fácil acelerar naquelas curvas e que o traçado de Interlagos é um dos mais exigentes. Essa experiência me mostrou que algumas vezes sou um pouco rígida demais com os nossos tantos pilotos e que encarar 20 e tantos companheiros nos mesmos centímetros que você e, às vezes, a 300 km/h é uma tarefa bem complicada.

Passando da reflexão sobre como dirigir em Interlagos para os espaços diferenciados, a Panasonic deu um verdadeiro show. É dela os estandes com os joguinhos de corrida em telas gigantes, o Espaço Gourmet e o Espaço Mulher. No Gourmet, a idéia é apresentar os microondas da marca em um espaço agradável e com alguns petiscos. Foi um ótimo espaço para dar uma relaxada e bater um papo com os amigos. Já o Espaço Mulher me surpreendeu. Você pode fazer as unhas, maquiagem, massagem e até depilação, tudo de graça! Seguindo o mesmo conceito dos demais espaços, sempre há uma tecnologia nova da marca sendo mostrada. Por exemplo: a massagem é feita pela própria cadeira na qual nos sentamos, não há intervenção humana em nenhum momento. Realmente, bem diferente e interessante.

O Quatro Rodas respira tecnologia e leva as suas mais variadas formas para as pessoas. Se você é mulher e não gosta muito de acompanhar seu namorado/marido nesses eventos, também há espaço para você! Pra mim foi um dia duplamente divertido, tantos pelos testes na pista, quanto pelos mimos que recebi.

http://www.velocidade.org



Escrito por Góis às 16:11
[   ] [ ]




MONACO NA TV

Mônaco

GP de Mônaco

Quinta-feira (22)

5h - treino livre 1 - SPORTV
9h - treino livre 2 - SPORTV

Sábado (24)
6h - treino livre 3 - http://www.eugeniosvirtual.com/tevirtual/euro_sport.html 9h - classificação - GLOBO

Domingo (25)
9h - corrida - GLOBO (78 voltas)

* Horários de Brasília



Escrito por Góis às 07:39
[   ] [ ]




Por: THIAGO RAPOSO (Blog Café com F1)

Foto: bp1.blogger

CAMPINAS - Charme, como explica o dicionário, é a capacidade de agradar. Em se tratando de automobilismo, não existe um fim de semana com maior capacidade de agradar do que o próximo, o tão esperado último Domingo de Maio.

Para o fãs da Fórmula 1, tem a mais tradicional de todas as corridas, o Grande Prêmio de Mônaco. As ruas do principado costumam ser sinônimo de emoção, quando o talento do piloto sobressai sobre as potências das máquinas.

Para os fãs da Indy Car, tem a mais importante corrida da categoria, as 500 Milhas de Indianápolis. Na sua nonagésima segunda edição, a clássica corrida que premia o seu vencedor com um milhão de verdinhas, terá a presença de sete brasileiros dos trinta e três carros que largam.

Para os fãs na Nascar, teremos as 600 Milhas da Coca-Cola em Charlotte. A categoria de maior popularidade nos Estados Unidos, com quarenta e cinco carros no grid, terá a sua maior etapa, uma das mais esperadas da temporada.

Como aperitivos, ainda teremos a etapa da GP2 e da World Series by Renault, ambas em Mônaco. Fim de semana recheado para os fãs de automobilismo.

http://cafecomf1.blig.ig.com.br



Escrito por Góis às 07:46
[   ] [ ]




GRID INDY 500

Enfim, depois de muita chuva e suspense, o grid da Indy 500 foi definido neste domingo. Surpresas: aponto a classificação de Roth, Buddy Lazier (15ª Indianápolis seguida), Milka Duno e Mário Moraes - estes dois últimos muito fraquinhos para estarem em uma categoria top como essa.

Grid de largada:




Escrito por Góis às 10:38
[   ] [ ]




Por: THIAGO RAPOSO (Blog Café com F1)

Foto: Grande Prêmio

CAMPINAS - No último fim de semana foi disputada na Turquia e segunda rodada dupla da GP2. O brasileiro Bruno Senna, eleito um dos favoritos ao título, está vivendo dias de cão. Correndo pela equipe iSport, equipe pela qual Timo Glock foi campeão na temporada passada, o brasileiro ainda não conquistou nenhuma vitória em 2008.

Mas no último fim de semana, Senna foi vítima de um acidente muito sério, acidente este que está colocando em xeque o futuro do autódromo de Istambul. Dois cães invadiram a pista e um deles acabou sendo atropelado pelo brasileiro que abandonou a prova devido à quebra da suspensão. Saiu até barato, pois se vocês lembrarem bem, o outro brasileiro Cristiano da Matta ficou em coma depois de atropelar um alce num circuito norte-americano.

Em quatro anos de prova na Turquia, é a segundo vez que são ameaçados de serem banidos do calendário. Em 2005, eles foram multados em cinco milhões de dólares por terem usados a cerimônia de premiação para fins políticos. Na ocasião, os organizadores do GP designaram o líder turco-cipriota Mehmet Ali Talat, dirigente da República Turca do Chipre do Norte (RTCN). A RTCN só é reconhecida pela Turquia, o que não dava a Talat o status de presidente.

Fica a pergunta no ar: e se fosse no Brasil? (Lembrando que em 2004, nos treinos livres do Sábado, um cão invadiu o circuito de Interlagos, mas por sorte, não houve nenhum acidente. Naquela ocasião, muitas criticas foram feitas a organização).

http://cafecomf1.blig.ig.com.br



Escrito por Góis às 08:04
[   ] [ ]




Por: BÁRBARA FRANZIN (Blog Velocidade.org)

Foto: Grande Prêmio

 

SÃO PAULO - Esse fim de semana fui até Interlagos acompanhar a GT3 e a Fórmula 3 Sul Americana. As corridas estavam animadas, a turma que eu fui também, mas a decepção foi encontrar as arquibancadas praticamente vazias.

 

Já me falaram que isso pode ter sido por conta do calendário com a Fórmula 1 e Dia das Mães no mesmo fim de semana, mas eu acredito que é pura falta de divulgação e interesse da população. Atualmente, para assistir uma etapa da Stock Car, há congestionamento nos arredores do autódromo, o ingresso é bem salgado – em torno de 20 reais – e você precisa chegar cedo, senão perde lugar na arquibancada. O que levou a acontecer esse inchaço nas provas? Dinheiro, muito dinheiro. E claro, a transmissão da Globo.

 

Acompanho a categoria há alguns anos e posso dizer, com certeza, que antes não era assim. Pontos e méritos da Vicar, que conseguiu realmente um crescimento estrondoso da Stock. Por outro lado, vemos categorias interessantíssimas deixadas às moscas. Um grid com Emerson e Wilson Fittipaldi, cada um com seus quase 50 anos de automobilismo nas costas e muita representatividade para o Brasil, deveria merecer mais respeito. E para entrar no autódromo bastava a doação de um quilo de alimento. Não ia doer pra ninguém, ia?

 

Daqui pra frente, eu tenho uma nova conduta: prefiro ir em categorias menos conhecidas, mas que me livram de certos tumultos, como da F-1, e do rombo no bolso. Com isso, tenho duas recompensas: acompanho disputas bem interessantes e ajudo o automobilismo nacional a crescer ainda mais. E vocês, o que preferem?

http://www.velocidade.org



Escrito por Góis às 13:22
[   ] [ ]




NAS ONDAS DA F1

Foto: BandNews

Como de costume, tinha reservado esta segunda-feira para comentar minhas impressões sobre o grande prêmio turco de F1. Contudo, como o amigo Lucas nos presenteou com seu artigo sobre o tema, resolvi me dedicar a um fato engraçado ocorrido no último domingo.

De saco cheio das transmissões ridículas resolvi testar um modo diferente de assistir à corrida. Liguei a TV na Globo (já que só tem ela mesmo!) e o MP3 na rádio BandNews FM. Explico: Aqui em Salvador não pegamos a Jovem Pan, logo, fiquei restrito apenas a essa rádio.

A JP é conhecida por ter um bom narrador - Téo José - acostumado com narrações e parcialmente isento nas suas opiniões e pela inigualável lenda viva, o ítalo-brasileiro, Cláudio Carsughi, inserido no meio do automobilismo desde os tempos de Fangio e Farina - uma enciclopédia.

Ao posicionar o indicador de freqüência na 99,1FM BandNews Salvador deparei-me com uma voz tradicional, a do narrador Odinei Edson. Até então tudo bem. Não é um Téo José nem um Celso Miranda - não que sejam os melhores, gosto não se discute - mas, também não é tão ruim como Galvão Bueno ou Luciano do Valle. Odinei mostrou-se seguro ao longo da prova, comandou bem o time e não falou um milhão de propagandas como normalmente ocorre em uma transmissão esportiva. Mas, seu time ...

O time da BandNews FM é composto, além de Edson, por: Fábio Seixas; Jan Balder; Alessandra Alves; Cacá Bueno, Ico Ramos e Luiz Megalli.

Seixas é conhecido nosso. Tem um excelente blog e faz incursões esporádicas no Sportv. É um cara de opinião, seguro e técnico, porém fala muito. Jan Balder é o mais experiente da equipe. Ex piloto profissional, está no meio a muitas décadas e tem opiniões pontuais muito bem colocadas e condizentes com o o que se passa na corrida. Megalli é companheiro do Boechat nos jornais matutinos da emissora. Automobilismo não parece ser muito a sua praia, por isso fica apenas lendo os e-mails durante a prova (quando é escalado para tal). O Ico é o repórter de campo. Deslocado sempre ao país da corrida para acompanhar o GP (apesar deu ter minhas desconfianças sobre isso) in loco. Bueno é uma malinha igual ao pai, só que em versão mais atualizada e competente. Ele é piloto, sabe do que está falando, apesar de parecer frustrado por nunca ter obtido êxito nos monopostos. Talvez fosse melhor comentar a Nascar, por exemplo, estaria mais em casa.

Já a Alessandra ... Ah Alessandra! Boa (não cabe o duplo sentido) blogueira, acesso seu site regularmente para ler um ponto de vista diferente deste mundo machista, o do automobilismo. Todavia, não quero parecer machista. Apoio e sempre apoiarei a incursão de mulheres em todas as áreas da sociedade. Contudo, para comentar é preciso saber o assunto e para falar em público é necessária desenvoltura. A Alê não transmite confiança em seus comentários, são muito óbvios e banais, já falar em público ... realmente não é seu forte. Conhecem o comentarista "microfonia"? Pois bem, ela é assim. Exemplo, "na, na, na"; "é, é, é" ou "vai, vai, vai". É um tiro nos nossos tímpanos.

Apesar de tudo continuarei ouvindo as próximas corridas nesta emissora. Não quero ouvir o Galvão nunca mais. Mas, espero, sem dúvidas, que a Jovem Pan aterrisse na Bahia o quanto antes.



Escrito por Góis às 20:28
[   ] [ ]




Por: LUCAS NERY direto da Espanha

 

Foto: Grande Premio

 

MADRID - Felipe Massa, em uma brilhante jornada, venceu praticamente de ponta a ponta o GP da Turquia disputado no último domingo. O piloto brasileiro foi o mais veloz nos treinos livres da 6ª-feira e também conquistou a pole position pela segunda vez consecutiva no circuito. O único vacilo de Massa ocorreu na 24ª volta, quando sofreu uma bonita ultrapassagem de Lewis Hamilton. O atual vice-campeao mundial poderia ter até vencido a prova, nao fosse a estratégia da McLaren de fazer três paradas para troca de pneus, o que custou preciosos segundos a Hamilton, enquanto Massa e a Ferrari adotaram a tática de duas paradas. Isso é mais uma prova da consistencia e melhor desempenho dos motores da escuderia italiana, soberana na F 1 deste ano.

Depois da terceira ida de Hamilton para os boxes, Felipe reconquistou definitivamente a liderança e só teve que preocupar-se em administrá-la até o fim, quando faltavam pouco mais de 10 voltas. Lá atrás, assitiu-se a um duelo interesante entre Hamilton e Kimi Räikkönen pela segunda posiçao, com o finlandês chegando a menos de um segundo atrás do inglês. Nas demais posiçoes, a BMW marcou importantes pontos para se manter à frente da McLaren na briga do Mundial de Construtores, com Robert Kubica e Nicki Heidfield obtendo, respectivamente, a quarta e quinta posiçoes.

Fernando Alonso fez o que pôde e conseguiu completar a prova na sexta posiçao, pontuando pela primeira vez depois de ter arrebentado o motor da Renault nas duas últimas corridas. Seu companheiro Nelsinho Piquet só chegou em 15º lugar, seguindo com um rendimento muito discreto na categoria. Nao se pode exigir muito do novato piloto brasileiro, mas suas atuaçoes continuam bastante aquém do que se esperava. Sua estratégia de retardar a entrada nos boxes ainda nao está bem explicada.

Rubens Barrichello merece ser mencionado apenas pelo feito histórico de ter quebrado o recorde de corridas na F 1. Sao agora 257 corridas. Merece comemoraçao, mas a verdade é que Rubineho só faz cumprir tabela, seu Honda nao roda bem e ele já pode ir pensando no próximo passo a dar: aposentadoria ou a transferencia para a Fórmula Indy.

Agora é aquecer os motores para a próxima rodada que ocoorerá no circuito de rua de Mônaco, prova que consagrou Ayrton Senna como o “Rei de Mônaco” por ter vencido em seis ocasioes lá. Enquanto isso, a torcida brasileira tem excelentes razoes para comemorar o triunfo de Felipe Massa nesse domingo. O brasileiro mostra que quer e vai brigar de igual para igual com Räikkonen dentro da Ferrari para sagrar-se campeao. A exemplo de Senna, Massa parece estar se transformando no “Rei da Turquia”, justamente a prova que lhe deu a primeira vitória na carreira.



Escrito por Góis às 09:54
[   ] [ ]




TURQUIA NA TV

Turquia

GP da Turquia

Sexta-feira (9)
4h - treino livre 1 - SPORTV
8h - treino livre 2 - SPORTV

Sábado (10)
5h - treino livre 3 - http://www.eugeniosvirtual.com/tevirtual/euro_sport.html
8h - classificação - GLOBO

Domingo (11)
9h - corrida - GLOBO
(58 voltas)

Horários de Brasília



Escrito por Góis às 11:41
[   ] [ ]




O FIM DOS ESQUECIDOS

Foto: F1 History

A decisão da Super Aguri em deixar a F-1, anunciada nesta terça-feira (6), não é incomum na história da categoria. Nos últimos anos, diversas equipes desapareceram ou foram compradas enquanto estavam à beira da falência. Confira um breve histórico de algumas delas:

- Super Aguri: entrou na F-1 em 2006, quando comprou a vaga para ser o 11º time. Abandona o automobilismo
após dois anos e quatro meses, com 39 GPs na história, por problemas financeiros.

- Em 2005, Jordan e Minardi foram compradas e tiveram seus nomes trocados. A escuderia comandada por Eddie Jordan se tornou a Midland, que mais tarde virou Spyker e, neste ano, Force India. Já a equipe italiana passou para o controle da Red Bull, que criou sua filial Toro Rosso — cuja venda está programada para acontecer antes de 2010.

- A Red Bull, aliás, que adquiriu a Jaguar no fim de 2004. E a Jaguar, controlada pela Ford, havia comprado a Stewart, que começara na categoria em 1997.

- A Arrows abandonou a F-1 restando cinco corridas
para o final da temporada de 2002, após 25 anos, quando também foi chamada de Footwork. Mas, em 2006, seus carros de quatro anos antes apareceram nas corridas pelas mãos da... Super Aguri!

- A Prost, comandada por Alain Prost, iniciou suas atividades em 1997, quando o tetracampeão comprou a Ligier, que existia desde 1976. Sua equipe correu até 2001, falindo no início do ano seguinte.

- A Tyrrell, campeã nos anos 70 com Jackie Stewart e inaugurada em 1970, passou ao controle da BAR em 1998. Em 2006, a BAR mudou de nome para Honda.

- A Lola teve uma existência atribulada, aparecendo em 15 temporadas entre 1962 e 1997. Na última, não conseguiu se classificar nas duas primeiras corridas e acabou quebrando.

- A Lotus teve uma história gloriosa entre 1958 e 1994, dando o primeiro título mundial para o Brasil com Emerson Fittipaldi em 1972. Mas também deu adeus à F-1 por problemas financeiros, no início de 95.

- A Simtek correu em 1994 e 95, abandonando o Mundial no meio deste ano.

- A Forti, que contou com Roberto Pupo Moreno e Pedro Paulo Diniz, marcou presença entre 1995 e 96, mas também não prosseguiu.

- Em 1992, a Andrea Moda foi banida do esporte por prejudicar a imagem da F-1. Tudo porque seu dono, o estilista Antonio Sassetti, foi preso por fraude. Anteriormente, a equipe era a Coloni.

- Outro dos grandes times da história do automobilismo, a Brabham, fundada pelo tricampeão Jack Brabham em 1962, faliu em 1992. O time pelo qual Nelson Piquet conquistou dois títulos foi vendido para um suíço que, mais tarde também foi preso por fraude.

- Em 1995, a Pacific, criada um ano antes, também sumiu. A Larrousse deixou as pistas em 94, March e Dallara em 92, AGS em 91 e EuroBrun em 1990.

- No Brasil, temos o caso da Fittipaldi. Concebida por Wilsinho Fittipaldi em 1975, o time contou com o serviço de Emerson a partir do ano seguinte e continuou na ativa até 1982. Porém, sem patrocínios, também fechou as portas. Antes disso, em 80, havia adquirido a Wolf, que foi criada em 1977 e ganhou a primeira prova na qual participou.

- Outros times que também abandonaram a categoria foram a BRM, Cooper, Hesketh, Matra, Osella, Shadow, Vanwall e Zakspeed.

Fonte: Grande Prêmio



Escrito por Góis às 13:55
[   ] [ ]




Por: THIAGO RAPOSO (Blog Café com F1)

Foto:MotoGP

CAMPINAS - O que se viu neste fim de semana na China foi um exemplo de superação e profissionalismo. O espanhol Jorge Lorenzo, que sofreu um grave acidente nos treinos da sexta, participou brilhantemente da qualificação no sábado e da corrida no domingo.

No dia 15 de Abril ele passou por uma cirurgia no braço. Lorenzo sofre da síndrome do Túnel do Carpo, em que o nervo do pulso é comprimido pelos movimentos da mão, causando dores.
Muitos chegaram a duvidar que ele estivesse presente na China.

Contrariando as expectativas de todos, ele foi para Xangai, mas se acidentou feio na sexta, talvez até devido a seqüelas na cirurgia. Pós-operado do braço, e agora com uma lesão no tornozelo direito, nem o mais otimista dos otimistas acreditaria na presença dele na prova, mas não foi o que aconteceu.

Sábado lá estava Lorenzo com sua Yamaha, pronto para treinar. E com todos estes problemas o espanhol ainda conseguiu a quarta posição no grid, atrás apenas do pole Colin Edwards, do heptacampeão Valentino Rossi e do atual Casey Stoner.

No domingo as coisas não foram tão bem assim para ele, pelo menos no começo. Na volta de apresentação sua moto ficou parada e foi necessária a ajuda dos comissários para fazê-la pegar. Daí ele acelerou e ainda conseguiu largar no seu lugar. Depois da largada ele caiu para o oitavo e aí começou o seu show particular. Primeiro passou Hayden, depois veio Edwards, Doviziozo e Melandri. Quatro ultrapassagens sensacionais, como se estivesse em plena forma. No fim, terminou na mesma quarta posição em que largou.

Na segunda, após a corrida, foi fazer uns exames mais detalhados em Barcelona e para espanto de todos, descobriu que além da fratura no tornozelo direito houve o rompimento de ligamento no esquerdo.

Jorge Lorenzo, um guerreiro!

http://cafecomf1.blig.ig.com.br



Escrito por Góis às 07:58
[   ] [ ]




Por: BÁRBARA FRANZIN (Blog Velocidade.org)

Foto: Portal UOL

SÃO PAULO - Durante uma das gravações do Café com Velocidade, com meu amigo Thiago Raposo (http://cafecomf1.blig.com.br), comentamos sobre o desempenho do espanhol Jorge Lorenzo na MotoGP. Para quem não costuma acompanhar a categoria, o piloto é estreante esse ano e em quatro corridas, fez três poles e conquistou uma vitória. Muitos começaram a ver esse garoto com olhos diferentes. Porém, brilhante nas pistas, ele já possui suas intrigas fora dela.

Lorenzo correu com Dani Pedrosa, também espanhol, nas 250cc da MotoGP. Ficou longe da disputa do título em 2005, vencida pelo rival, mas conquistou o título nos dois anos seguintes. A rivalidade entre os dois começou GP da Alemanha de 2005, quando ambos bateram e Lorenzo foi ao chão. Pedrosa disse que não o viu, mas Jorge e seu chefe não engoliram a história. Estava armada a briga.

Depois de um tempo correndo em diferentes categorias, esse ano os dois se viram juntos mais uma vez no mesmo grid. E as declarações não muito afetuosas voltaram a dar o tom da conversa. Lorenzo ataca Pedrosa dizendo que ele não o cumprimentou por sua primeira vitória, pela pole, por nada. Dani mantém a lei do silêncio.

Após uma cirurgia no pulso, Jorge Lorenzo voltou com uma grande garra para correr o GP da China. Porém, durante o treino classificatório ele sofreu uma queda impressionante. Fraturou o tornozelo, mas mesmo assim correu. Largou em quarto, caiu para oitavo e terminou chegando em quarto,numa boa corrida de recuperação. Agora, fica a questão para vocês amigos do automobilismo. Será que essa gana toda é para vencer o campeonato ou para não deixar nenhuma margem de comparação com Pedrosa? Deixem comentários sobre o assunto!

http://www.velocidade.org



Escrito por Góis às 22:09
[   ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Homem
Histórico
Categorias
  Todas as Categorias
  Calendário F1
  Calendário F-Indy
  Expediente
  Homenagens
  Calendário Nascar Sprint
Outros sites
  Blog do Capelli
  Blog do Flávio Gomes
  Blog do Téo José
  Blog da Aline Multiply
  Blog do Velocidade.org
  Blog do F1 Grand Prix
  Blog do Fábio Seixas
  Blog do Café com F1
  Blog do Marcelonso
  Blog do Ico
  Blog da Alessandra
  Blog do Roberto Figueroa
  Blog do Sérgio Lago
  Blog do Victal
  Blog do Paddock F1
  Blog do Pandini
  Blog do Lívio Oricchio
  Blog do Rodrigo Mattar
  Blog do BrF1
  Futebol NE
  Futebol BA
  Leão da Barra
  Blog da Confraria do Esp.
  Blog do P.V.C.
  Rádio Rock Freeday
  Rádio Rockalicious
  Dicionário/Tradutor